Navegar

Ainda que os sons não sejam necessariamente mansos ou delicados, a hora calma acontece quando o tempo para. Pendura-se a vida no cabide ao lado e espera-se. A hora vai passar, é claro. Ela sempre passa, porém, um pouco mais tarde. Pendurar a vida ao lado, no cabide. Vestir roupa diferente. Calçar calçado guardado. Descalçar. Virar o cabelo para o outro lado. Tomar sol. Conversar de coisas que se conversa só quando não se quer necessariamente conversar sobre nada. Deixar o dia correr sozinho, enquanto você anda. Ler o que se gosta. Fazer o que se quer. Não incomodar ninguém. Andar de carro. Andar a pé. Pensar em andar de caiaque. Não andar. Ver as ondas do mar bater. Ver o mar balançar em ondas baixas, semiondas. Ver o mar cor de cana como se fosse verde e achar bonito. Ver o mar-rom e achar bonito. Sentir o cheiro de mijo nas pedras e não se incomodar. Olhar para frente e ver a estátua de Iemanjá. Andar de biquíni. Ficar de roupa molhada. Ficar despenteada e estar bem. Passar batom ou sem. Sorrir. Falar o que se quer sobre o que se gosta. Falar palavrão. Falar palavrão e rimar. Falar palavrinhas como “mar”. Amar. Amar a quem se gosta. Gostar. Dar parabéns. Dizer “alô”. Dizer “amém”. Dizer coisas bonitas. Dizer coisas bobas. Ventar no cabelo. Ventar no rosto. Ventar nas costas. Comer torta. Comer certo. Dispensar underware. Usar óculos. Nadar. Mergulhar na água e subir. Sentir a temperatura gelada e testar. Rolar para dentro da piscina como se fosse normal. Inovar como se fosse um hábito. Ler livros de gente inteligente que conversou com gente inteligente e fez livros. Conversar com gente inteligente. Conversar com gente querida. Sentir o valor da amizade. Sentir o valor da família. Acompanhar o carinho de mãe e filha. Achar bonito. Ouvir o chamado do marido. Ir. Fotografar, mas nem tanto, porque viver é mais importante. Entender inglês. Pensar em português. Olhar de fora para dentro por um momento e esse momento pendurar ao lado, no cabide. Ver filme que gosta pouco sem pensar muito. Pensar em ver um bom filme e não sair. Usar a tarde para dormir. Sonhar, que sem sonho não há futuro. Deitar tarde. Acordar quando se quer. Contar sobre o filho. Falar do passado. Falar do parto. Sonhar com fatos adormecidos. Sonhar fatos dormidos. Lembrar coisas esquecidas. Voltar às dobras da vida. Achar que é março, quando é fevereiro. Pensar que é abril, quando é setembro. Achar normal. Aprender palavras novas. Aprender gírias engraçadas. Sentir-se velho. Sentir-se com a idade que se tem. Sentir que valeu a pena. Viver eternamente como se fosse sábado. Usar as gírias que aprendeu. Usar as palavras como se o mundo fosse seu. Ouvir a risada alheia e sorrir. Sobrevoar o ar e dançar um pouco. Abrir o leque. Admirar sorrisos. Treinar. Usar o corpo para ganhar. Ganhar no corpo a corpo. Pintar as unhas, lixar. Tomar banho ou não tomar. Usar palavras que não são suas. Usar palavras dos amigos. Exclamar. Retardar a noite. Suspender, pendurar. Comer o simples como se fosse soberbo e é. Usar sandália de dedo. Desusar o que se usa muito. Tirar do cabide o que pouco se usa e vestir. Montar um look divertido. Montar um look descabido. Desengavetar coisas. Misturar o que não se combina e combinar. Andar de costas. Pedalar ao invés de correr. Mostrar os dentes no sorriso. Comprar frango de padaria. Ver a vista de prédios lá de cima e achar bonito. Ver o céu com nuvens e não se lembrar. Deitar ao sol de barriga para baixo. Deitar de barriga para cima. Deitar para dormir e acordar. Parar de escrever e ir se banhar. Ir e voltar. Usar vestido. Sonhar alto bem baixinho. Ver a hora passar e os minutos e não se incomodar. Olhar para frente, mas não muito. Olhar pragora. Ser e estar. Aprender com gente nova. Desconeccccctar. Despppppplugar. Desfazzzzzzer. Silenciar. Limpar. Zerar. Olhar para frente, mas não muito. Olhar pragora. Ser e estar. Escrever, porque navegar é preciso. Exclamar!

Anúncios

Sobre Marcia Savino

Oi, seja bem vindo/a e passeie por esta literatura de rápida leitura! Indique para os amigos e... volte sempre!
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Navegar

  1. Dani Aires disse:

    Oi Márcia! Esta eu li, com exclamação! (!) 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s